Mortes Trágicas no Universo Rock – Amy Winehouse

Amy Jade Winehouse (14.09.1983 – 23.07.2011), cantora e compositora, menina genial que se inspirou na soul music dos anos 50 e 60, foi encontrada sem vida em sua cama, em sua casa, Camden, Londres, no dia 23 de julho de 2011. Morta aos 27 anos, entra no mítico grupo de outros ícones do rock, blues, pop, que entre os mais famosos estão Robert Johnson, Brian Jones, Jimi Hendrix, Janis Joplin (todos com o famoso J), Kurt Cobain, mortos aos 27 e em condições muito parecidas.

Entre suas influências estão Dusty Springfields, Rosemary Clooney, Peggy Lee e Lisa ‘Left Eyes’ Lopes, cantora de pop, rap e hip hop, com histórico bastante conturbado e morta em acidente de carro em Honduras, em 2002 aos 30 anos.

Branca, judia, com voz e alma negras em seu modo de cantar, com improvisos bebop, abriu caminho para o neo-soul, sempre muitíssimo bem acompanhada, como pela fantástica banda (com sonoridade bem anos 60) The Dap-Kings no álbum “Back to Black”, e  em várias canções, pelo guitarrista Paul Weller, ex-The Jam, entre outros. 

Em entrevista à Folha de São Paulo em 2007, Amy disse que seu visual era inspirado no look das donas de casa dos anos 60 – que é quando começava a se esfacelar a imagem de sonho dourado do american way of life dos anos 50 nos EUA.

O carro da Amy, um Nissan Figaro, não é a cara dela ?

Amy, ao se desconstruir, mostrava o lado Blue Velvet (David Lynch, 1986) da realidade supostamente arrumadinha.

Nelson Motta, produtor musical, afirmou que “Amy Winehouse está à altura de cantoras como Billie Holiday, Aretha Franklin e Janis Joplin”. Concordando ou não com isso, numa coisa ele está certo: “…Amy vai fazer história com apenas 20 e poucas músicas”.

A autópsia, realizada em 25.07.11, foi inconclusiva. Seu corpo foi cremado na manhã de 26.07.11, em Londres.

Para ler sobre Amy :

Amy, Amy, Amy – biografia não autorizada – Nick Johnstone – Ed. Madras

3 Respostas to “Mortes Trágicas no Universo Rock – Amy Winehouse”

  1. Elen Laueffer Says:

    A Amy era extremamente talentosa e linda,tinha uma beleza real, não se “plastificou” inteira, ao contrário, se apresentava sem dente até em televisão, ela era uma figura magnífica, autêntica e de atitude. A Amy era incompreendida, o problema dela era o amor, ela amava incansavelmente, irremediavelmente,intensamente e destrutivamente. E sinceramente, acho que ela e Blake deveríam ter ficado juntos, ela realmente o amava! Amy Winehouse, louca? drogada? alcoólatra? desequilibrada? doente? pode ser que fosse tudo isso, mas pra mim, ela era fascinante!!!

  2. Wesley Braga Fraga Says:

    Amy Winehouse… Sinceramente para mim ela era apenas uma artista normal. Depois de sua morte comecei a me interessar por sua carreira, já conhecia rehab mas não suas outras musicas quando ouvi seu primeiro single me senti nas alturas e diferentemente dos outros cantores as musicas de Amy falavam de sua vida pessoal seu ambiente seu estilo de vida, a partir daí comecei a me interessar pelo jazz. Mas tenho orgulho de Amy pois ela entra em contraponto com os outros artistas que evitam que sua vida real seja divugada. Resumindo tudo que disse Amy era o máximo pna que a perdemos e dificilmente encontraremos uma artista com sua voz extraordinária e que componha musicas tão emotivas, alem é claro com estilo tão diferente e chique.

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: