Kind of Blue

 milesdaviskindofblue

Esse disco de Miles Davis, lançado em 17 de agosto de 1959 pela gravadora Columbia, e portanto completa 50 anos, é considerado a obra máxima do jazz e portanto, um dos mais influentes de todos os tempos, por causa de sua abrangência em ‘n’ tendências musicais. Kind of Blue é resultado das experimentações que Miles vinha fazendo desde “Milestones” e “58 Sessions”. A banda formada para acompanhar esta gravação só pode significar que o centro da galáxia é aqui:

Miles Davis – trompete

Julian “Cannonball” Adderley – sax alto

John Coltrane – sax tenor

Bill Evans (Wynton Kelly toca em “Freddie T Freeloades”) – piano

Paul Chambers – contrabaixo

Jimmy Cobb – bateria

“Trata-se de um momento que definiu um gênero musical do século 20 e ponto final”. Seth Jacobson (SJac), em “1001 Discos para ouvir antes de morrer”, de Robert Dimery, Editora Sextante (selecionados e comentados por 90 críticos de renome internacional).

kind-of-blue-painting

Glaze Painting Cerulean Blue – Oil on Canvas, Marcia Hafif, 2004

www.artnet.com

 A qualidade espiritual desse disco (em tempo: foi gravado em uma igreja de Manhattan transformada em estúdio de gravação) me transporta para uma pintura feita de sobreposições de transparências, e faz-me lembrar de um amigo, Otávio Pereira, gravador (litogravura) que um dia me falou que tinha ido para Los Angeles, EUA, para fazer um estudo sobre os diversos tons de azul (nada a ver com o título do disco). Perguntei de quantos tons se tratava e ele me respondeu que havia chegado a 800 tons, mas que existem muito mais que isso. E assim é com a música, e assim é com a qualidade espiritual desse disco.

miles-davis-4

A National Academy of Recording Merchandising and Rock and Roll of Fame divulgou em março de 2007 os 200 discos indispensáveis de todos os tempos. 4 títulos de jazz estão entre os 200:

Kind of Blues – Miles Davis – Top 34

Love Supreme – John Coltrane – Top 78

Time Out – Dave Brubeck – Top 150

Breezin’ – George Benson – Top 177

Na lista da Rolling Stone dos “500 Melhores Álbuns de Todos os Tempos”, Kind of Blue aparece em Top 12, onde vários gêneros musicais estão presentes nessa elaboração: rock, blues, jazz, hip hop, folk, etc.

Eis os Top 15 dessa lista:

1. Sgt. Pepper’s Lonely Hearts Club Band, The Beatles

2. Pet Sounds, The Beach Boys

3. Revolver, The Beatles

4. Highway 61 Revisited, Bob Dylan

5. Rubber Soul, The Beatles

6. What’s Going On, Marvin Gaye

7. Exile on Main Street, The Rolling Stones

8. London Calling, The Clash

9. Blonde on Blonde, Bob Dylan

10. The Beatles (White Album), The Beatles

11. The Sun Sessions, Elvis Presley

12. Kind of Blue, Miles Davis

13. Velvet Underground & Nico, Velvet Underground

14. Abbey Road, The Beatles

15. Are you Experienced ?, Jimi Hendrix Experience

Saiba + em: “Kind of Blue – A História da Obra Prima de Miles Davis”, de Ashley Kahn, Editora Barracuda.

kind-of-blues-ashley-khan

3 Respostas to “Kind of Blue”

  1. Hi, nice post. I have been pondering this issue,so thanks for writing. I will certainly be subscribing to your posts.

  2. Andei dando uam olhada nos seus posts e curti pra caramba! Muito bom seu blog, falar de música é sempre bem vindo.

  3. Jazz é sempre bom. Desses álbuns, o único que eu não tenho é esse do Benson.
    Eu particularmente prefiro o Time Out. O sax alto do Paul Desmond é do caralho nesse álbum😀

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: