Direitos Civis nos EUA – Martin Luther King Jr

martin-luther-king.jpg

Os Revolucionários dos Direitos Civis nos EUA – Martin Luther King Jr

Martin Luther King Jr, natural de Atlanta, Georgia, nasceu no dia 15 de março de 1929 de pai pastor Batista e mãe professora, uma família de classe média. Também ele tornou-se pastor Batista aos 19 anos, formou-se em teologia e fez pós graduação de filosofia na Universidade de Boston, onde conheceu sua futura esposa, Coretta Scott, estudante de música. Os protestos contra a segregação racial em locais públicos, como transportes, hotéis, restaurantes, multiplicaram-se a partir do início dos 60 em várias cidades dos EUA, o que o levou à prisão inúmeras vêzes, acusado de promover desordem pública. Sua luta pelos direitos civis começou em 1955, quando uma cidadã negra foi discriminada em transporte público. Martin Luther, então presidente da Associação de Melhoramentos de Montgomery, organizou um movimento de boicote ao transporte da cidade, que durou um ano, e por causa disso, teve sua casa bombardeada. Em 1963, organizou “A Marcha para Washington”, passeata histórica com participação de cerca de 200.000 pessoas, onde proferiu o famoso discurso, “Eu tenho um sonho”. Foi uma manifestação em prol dos direitos civis de todos os cidadãos dos Estados Unidos. Em 1964 foi vencedor do Prêmio Nobel da Paz. Em 1965, liderou a “Marcha pela Aprovação da Lei do Direito de Voto”, que abolia o uso de exames que tinham como objetivo, impedir a população negra de votar. Essa marcha foi decisiva para alcançar esse objetivo. Em 1967 passa a participar do Movimento pela Paz no Vietnã. Mas a comunidade negra entendia que essa decisão o afastava do verdadeiro propósito, que era priorizar a luta pelos direitos civis.

King Anniversary Exhibit

Foto tirada em 3.4.1968, durante discurso, no mesmo balcão onde seria assassinado

Em 4 de abril de 1968, às 18:01 hs (hora local), em Memphis, Tenessee, Martin Luther é atingido por um tiro no pescoço quando estava com seu amigo Reverendo Jesse Jackson no balcão do Lorraine Motel, onde estava hospedado (quarto 306).

By Antony Bridle

Foi declarado oficialmente morto às 19:05 no hospital. Estava na cidade para liderar marcha de apoio a trabalhadores de saneamento em greve por melhores condições de trabalho e de melhores salários. Logo após a morte de Martim Luther, a greve foi encerrada com resultado favorável às reivindicações dos trabalhadores. Mas também desencadeou distúrbios violentos em mais de 100 cidades dos EUA. O assassino foi um atirador branco, preso e condenado a 99 anos de prisão (morto em 23 de abril de 1998). Sua convicção nos direitos civis e sua profunda fé na bondade humana e no grande potencial da democracia americana, fez de sua morte apenas o começo de sua vitória em prol dos direitos civis. Suas últimas palavras faziam referência a um hino religioso : “Take my hand, Precious Lord” (“Pegue minha mão, Precioso Senhor”). Em 1983, foi decretado feriado nacional em sua homenagem, na terceira 2ª feira de janeiro, data próxima de seu aniversário.

9 Respostas to “Direitos Civis nos EUA – Martin Luther King Jr”

  1. romer candido Says:

    Apesar da frase ser do Doutor Martin luther king, mesmo muito antes, sequer de ouvir dizer: Eu tenho um sonho.
    Eu sempre tive um sonho.Sou Angolano vivi na Africa do sul no tempo do aparthid,trabalhei em França na Espanha actualmente vivo em Portugal sou aluno universitario sigo ciências e politicas.Ja passei por tanto por ser negro que as vezes duvido de deus.Estamos condenados, por sermos negros diante do mundo ninguem diz nada ninguem faz nada os meus filhos hão de nascer e hão de sentir o mesmo quer estejam na Europa ou ate mesmo em Africa.Não compreendo o porque de tanta ganançia, crueldade por um ser humano ser de cor diferente.
    Os professores ensinam aos para discriminarem muitos alunos negros são lhes incutido enquanto criancas de odiarem a propria cor negra mas uma vez ninguem diz ou faz nada, dá a impressão de que politicamente é normal senão legal.Eu sinto muito por acontecimentos dessa natureza, mas é caso de se dizer que quem devia fazer algo por isso não faz, porque politicamente os defende sem dar a cara.É o lema da politica Ocidental,democracia para ingles ver.Assinado por min.

    • samuel Says:

      Eu compartilho com voce tudo que falou, estudo direito e os professores de direito não sabem nada sobre os negros , não se intereçam por essa matéria é como se fosse-mos invissivél. E o deus da nossa nação é branco racista como todos os brancos
      ,esmagando a minoria que somos nós negros pobres .

  2. oooooooooooooooi🙂
    estou aqui para falr q eu ADOOREi , essa materia, e eu ate voou fazer um trabalho onde vou acresecentar essa materia HAHAHAAHHA~;)
    poois “e e isso, msm q vc leu, eu so naao concordo com o q o Mathin Luther King, disse, mais tudoo beem🙂
    eu ACEITO kkkkkkkkkkkkkkkkk;]
    poooooooooois e w mto legal eu estar aqiu falando com vcs.

  3. camila Says:

    Eu achei isso muito inportante pois me ajudou a fazer meu trabalho escolar.Isso ajuda se vc precisa fazer outros tipos de coisas ;D

  4. eu só acho que não interessa cor,altura,cultura,opnião,classe Social todas as pessoas tem a mesma carcaça vieram de um ventre vivem nessa poha de mundo então tem direito de viver como quiserem e realizando seus sonhos e planos so que os homem são puta merda e cagam em tudo e não vê que são todos iguais crlho sim estou revolts pq tem pessoas inúteis neste mundo mas graças a Deus que existe pessoas como Luther King que enchergam Alem do horizonte e não pensam só com um lado da Cabeça. Obrigado pela Atenção :,) Amo King

  5. […] Movimento pelos Direitos Civis […]

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: